segunda-feira, 29 de novembro de 2010

''Não há como reger uma orquestra sem o maestro''



Você está ciente que és parte de mim? Que meu planeta não rege direito sem o seu o aqui? Eu tenho me pego chorando sozinha, em meio á vasos quebrados. Porque isso de repente? Você perdido nesse meio.. E eu, que mal sei que direção tomar. Ando em círculos, e as coisas parecem não sair do mesmo lugar. O que há? Nunca senti algo parecido. Quando você se vai, é como se levasse uma parte de mim junto. Quando volta, além de trazer essa minha peça que estava faltando, traz os bônus, incluindo sorrisos (impossíveis com a tua ausência).Buracos vem vindo em minha direção a todo momento. Sei que pareço fria e sombria, mas é assim que permaneço nos dias sem você. Então me diga, por onde andas que não vejo teus passos?

Um comentário:

  1. Olá, parabéns pelos textos.
    Deixei um selo no meu blog para você, vê lá.

    ResponderExcluir