segunda-feira, 23 de agosto de 2010

"Sonhei que as pessoas eram boas em um mundo de amor, acordei nesse mundo marginal."


Ônibus, para mim é igual a pensamentos. Imaginações, podemos dizer.
Gosto de observar o lado de fora, as ruas, carros, pessoas, assim como o lado de dentro, quem está do meu lado, quem está atrás, na frente, o motorista e o cobrador.
Fico imaginando na vida de cada pessoa e certas vezes inventando historias bizzaras. Hoje, o jovem moço dentro do ônibus devia ter uma vida interessante, jovem universitário, porem me passava um ar de mistério, logo pensei em um assassino, de mulher, que guardava seus restos mortais em malas. Parece estranho, mas foi o que veio em minha mente!
Como seria nossas vidas sem as sinaleiras de transito? Fiquei imaginando antigamente, antes de toda essa tecnologia que nem damos valor.
Como é época de política, tem muito panfletos de políticos pelas ruas. Nossa, como lutamos para poder votar livremente e escolher os comandantes. Comecei a notar os andarilhos de rua e as pessoas aparentemente mais pobres. É incrível como apostamos tudo nesses políticos, e parece tão impossível “mudar, acabar” com a pobreza. É tanta gente. São tantas vidas. Tantas histórias, nas mãos de políticos? Nós podemos fazer a diferença!

2 comentários:

  1. amei o blog *-*
    os textos são bem bons *O*
    to seguindo aqui, se quise me segue tbm tá?
    beijo ;*

    ResponderExcluir
  2. Oi linda amei seu blog ta lindo já estou seguindo viu, faz uma visitinha no meu ai se você gostar me segue também ta, beijão simara
    http://plantaodabeleza.blogspot.com/

    ResponderExcluir